You are currently viewing CFA: Startups buscam ampliar serviços com chegada do 5G

CFA: Startups buscam ampliar serviços com chegada do 5G

O 5G já é uma realidade no país. De acordo com o Ministério das Comunicações , 12 capitais brasileiras estão prontas para receber a internet móvel de 5ª geração. Os locais já criaram legislação para começar a ofertar o novo produto e já oferecem a estrutura necessária para o início das operações.

A novidade não vai proporcionar apenas uma velocidade maior de navegação para o computador ou celular particular da pessoa. A tecnologia vai ser uma grande aliada de empreendedores que buscam ampliar o negócio. A nova configuração promete tornar viáveis modelos de negócio que antes não eram possíveis por causa da demora e dificuldade do tempo entre envio e resposta de um serviço. 

As startups buscam formas de aproveitar esse momento. Na área de segurança o exemplo pode ser simples. Imagine um serviço que localiza veículos furtados ou roubados, por meio de um aplicativo de celular. Nele, as informações da ocorrência policial são coletadas e encaminhadas a parceiros, que nas ruas captam imagens de veículos suspeitos. De forma automatizada, essas imagens são transmitidas para um servidor. Um algoritmo verifica se há alguma restrição de roubo ou furto, ou um mandado de busca e apreensão. 

Essa é a proposta da plataforma Mocar. O fundador e CEO da startup, Luiz Nóbrega, mal vê a hora da chegada do 5G à capital federal. Para ele, com uma internet mais veloz, será possível localizar os veículos em tempo real, além de acionar as autoridades o quanto antes.

“Entendo que o 5G chegando, sendo amplamente disseminado nas grandes cidades, nas cidades pequenas, que é o maior gargalo hoje, favorece a startup de uma forma gigantesca”.

O presidente da Brasil Startup, associação que reúne startups e empreendedores do Distrito Federal, Hugo Giallanza, declara que a nova tecnologia vai abrir espaço para pequenos, médios e grandes empreendedores criarem novos modelos de negócio, em áreas como: saúde, educação, logística e agronegócio, além de ajudar na redução do consumo de energia e promover o crescimento das cidades inteligentes. 

“A informação vai correr em uma velocidade muito maior, 20 vezes maior do que o 4G. Então, tudo isso vai gerar um benefício para produtividade, para conectividade, para toda matriz econômica e para toda população brasileira”.

De acordo com o diretor da Câmara de Comunicação e Marketing (CCM) do Conselho Federal de Administração (CFA), Diego da Costa, a chegada do 5G deve agregar a todo o sistema do conselho federal e dos conselhos regionais de Administração, assim que passar efetivamente a funcionar.

“”Hoje a tecnologia está presente em muitas organizações e dentro do Sistema vai ser fundamental para que ela possa realmente ter esse potencial de entregar mais resultado. Penso que o 5G é uma grande notícia para o Brasil, para todos nós empreendedores e para as organizações, sejam elas públicas ou particulares”.

A internet 5G foi leiloada no Brasil em novembro do ano passado. A expectativa é que até o dia 31 de julho o serviço de alta velocidade esteja disponível em todas as capitais do país.

O assunto também foi destaque na Rádio ADM. Para ouvir a matéria completa é só clicar aqui.

FONTE: Rodrigo Miranda, Assessoria de Comunicação CFA e Mirian Lucena, Repórter na Rádio ADM