You are currently viewing Capacitação sobre o IGM-CFA para Representantes Institucionais 

Capacitação sobre o IGM-CFA para Representantes Institucionais 

Reunião online ocorreu para apresentar a ferramenta para os RIs

O Índice de Governança Municipal (IGM-CFA) foi criado no ano de 2016 para auxiliar gestores públicos através de dados consolidados para melhorias no município, que o gestor administra. Atualmente, a ferramenta possui um site onde é possível cadastrar-se para ter acesso a todas as informações colhidas.

No último dia 26, aconteceu uma reunião online que contou com apresentação do Adm. Fábio Mendes Macêdo –  Conselheiro Federal pelo Estado do Acre no Conselho Federal de Administração (CFA) e Diretor da Câmara de Gestão Pública da autarquia e do Adm. Cássio de Mattos Dias, coordenador da Câmara de Gestão Pública do CFA. 

Participaram o Conselheiro, Diretor de Registro e Fiscalização e também coordenador do trabalho com os RIs,  Adm. Robson Brandão Neves e o Conselheiro Federal e Coordenador da Câmara Temática de Gestão Pública do Conselho Regional de Administração do Espírito Santo (CRA-ES), o Adm. Manoel Carlos Rocha Lima.

O Adm. Robson salientou a importância da capacitação para orientar a apresentação do IGM para o poder executivo na abertura da reunião, e passou a palavra para o Conselheiro Federal Fábio Macêdo e os outros participantes.

Foi apresentada toda a ferramenta e as possibilidades de informações que poderão ser agregadas aos gestores públicos. O Conselheiro Fábio mostrou as diversas práticas que o gestor pode ter, como a Agenda de Gestão Municipal. “Quando apresentamos esta ferramenta do IGM para o prefeito do município e mostramos a orientação de nomenclaturas e do que ele pode se relacionar através destas informações, tivemos o nosso trabalho muito elogiado”, explicou Macêdo. 

Já o Adm. Cássio mostrou detalhadamente o site exclusivo do IGM-CFA onde explica-se o que é a ferramenta, e fez um passo a passo mostrando todas as possibilidades. “Apresentamos diversos indicadores e variantes que os RIs podem ter acesso de dados como do Firjan e ainda exemplificamos mapas de municípios onde podem  ser acessados vários índices e  buscas detalhadas de dados de cada município, e mostramos inclusive, o Estado do Espírito Santo”, relatou. 

Já o Conselheiro Federal e Coordenador da Câmara Temática de Gestão Pública do CRA-ES, o Adm. Manoel Carlos Rocha Lima ponderou que às vezes o gestor público não quer mostrar um indicador que não está muito bom, mas que ele precisa  e pode utilizar a seu favor com o Índice. 

“O gestor público pode mostrar um ‘antes e depois’, e mudar a situação através de um índice, e até mesmo mobilizar as pessoas da prefeitura, para estimular e sensibilizar as pessoas para verem as alterações por meio do índice, e assim a transformação durante a gestão, esse é um ponto muito importante”, destacou. 

Manoel salientou que isto pode ser um argumento para o prefeito, a importância do IGM e mostrar a transformação da gestão por meio do índice. Ele ainda orientou aos Representantes Institucionais que conheçam a ferramenta e vejam as soluções possíveis. 

Para conhecer melhor a ferramenta IGM-CFA basta acessar o site https://igm.cfa.org.br/