You are currently viewing ARTIGO ADM | Convivendo em meio à Transformação Digital

ARTIGO ADM | Convivendo em meio à Transformação Digital

Adm. Robson Brandão Neves, CRA-ES 13104, Diretor de Registro e Fiscalização do CRA-ES

Atualmente, não podemos tratar de temas como empreendedorismo e inovação sem fazer um link com a transformação digital. E ainda, não podemos deixar de citar a celeridade da tecnologia em meio ao advento da pandemia.

Apesar do empreendedorismo encontrar resistência quanto caminhar paralelo à inovação, eu saio na defesa de que um está em sintonia com o outro, estão diretamente ligados.

Eu tenho meu conceito de inovação que é o aperfeiçoamento ou melhoria de processos (gestão), produtos ou serviços.

Além deste, grandes pensadores e empresários formulam seus próprios conceitos de inovação.

“De acordo com Ernest Gundling, 3M, inovação é uma nova ideia implementada com sucesso que produz resultados econômicos. Já para Peter Drucker, inovação é o ato de atribuir novas capacidades aos recursos (pessoas e processos) existentes na empresa para gerar riqueza. Steve Jobs argumentava que inovação é o que distingue um líder de um seguidor. Para Jack Welch, ex-presidente da GE, inovação é um processo contínuo de criação e captação de novos conhecimentos e ideias com a aplicação na organização com o intuito de se elevar a novos patamares. Jeff Bezos, presidente da Amazon, por sua vez, argumenta que inovar é fazer algo que nunca foi feito antes, mesmo estando sujeito a críticas.” – portaleducacao.com.br

Já o meu conceito de empreendedorismo é o entendimento de estar predisposto para identificar problemas e oportunidades e está sensível e propenso para investir competências e habilidades na criação de um negócio ou projeto que sejam capazes de provocar mudanças e gerar um impacto satisfatório na ou para a sociedade.

Em “Innovation and Entrepreneurship”(1985), Peter Drucker escreveu: “Um empreendedor é alguém que procura sempre a mudança, responde-lhe e explora-a como uma oportunidade”; “Os empreendedores Inovam. A inovação é o instrumento específico do espírito empreendedor.”

Percebe-se nesses conceitos a existência de um caminho em comum nos dois temas e a necessidade desta união, pois as ações conjuntas podem gerar transformações sem limites em direção a grandes vitórias.

Por trás de transformações ou inovações tem sempre uma necessidade, um problema a ser resolvido, resultando em possibilidades de forma bilateral, isto é, do ponto de vista que quem inova e de quem pode se beneficiar desta.

Neste contexto, vamos trazer uma inovação em modelo de negócio que se tornou um case no empreendedorismo e incrementou o segmento condominial.

Como exemplo cito a instalação de minimercado dentro do condomínio ou Mini Market com autoatendimento (sem atendimento humano). Um modelo de comércio que surgiu para atender e se fortaleceu em meio a pandemia e que tem se despontado com uma promessa no quesito negócio.

Todo o serviço é feito sem necessidade de atendimento humano. As compras são realizadas por meio de um aplicativo que usa geolocalização para identificar a loja em que o cliente está. O consumidor escaneia o código de barras dos produtos que deseja adquirir e paga diretamente pelo app, via cartão de crédito ou débito. A geladeira de bebidas alcoólicas só destrava com um QR Code depois de confirmar que o usuário tem mais de 18 anos.
Esses mercados funcionam seguindo o modelo de negócio honest market, ou seja: mercado da honestidade. Isso porque a base do negócio é a confiança; isso vale do momento da compra até o pagamento. Todo o processo é feito pelo condômino sem o olhar físico humano, exceto das câmeras de segurança.

Importante frisar o papel do síndico devidamente habilitado para tratar este assunto de forma harmoniosa, responsável e sobretudo coletiva para o bem comum.

Esta fotografia de gestão de negócio vem ao encontro do tripé: detectar um problema ou necessidade x buscar uma solução possível x oportunidade.

E para se chegar neste patamar de diagnóstico o empreendedor deve buscar ou praticar seus conhecimentos, habilidades e sobretudo trazer à tona as características comportamentais que o torna capaz de enxergar a ocasião e assim fazer do limão uma limonada suíça muito saborosa.


Escrito por: Adm. Robson Brandão Neves, CRA-ES 13104, Diretor de Registro e Fiscalização do CRA-ES