You are currently viewing Estágio: saber se expressar aumenta chances de conquistar vaga

Estágio: saber se expressar aumenta chances de conquistar vaga

“Eu preciso muito dessa vaga de estágio” ou “O que eu faço para conseguir essa oportunidade?”. Esses são alguns questionamentos, entre tantos outros, que o estudante de graduação faz a si mesmo – ou a outras pessoas – ao longo do curso. Na verdade, muito se procura por oportunidades, mas o que realmente falta é capacitação, o domínio em se expressar bem e as habilidades necessárias para determinado cargo ou função. 

“O estudante que é candidato a uma vaga de estágio precisa compatibilizar o conhecimento que ele tem com a oportunidade que ele busca. Mesmo não tendo tanta experiência, é preciso que ele busque o diferencial para ser escolhido e ofereça entregas à instituição, como cursos de oratória, planilhas, entre tantos outros disponíveis, inclusive, gratuitamente na internet”, afirma o administrador e coordenador de Recursos Humanos do CFA, Isaías Santos. 

Se expressar bem é uma habilidade que todo estagiário deve ter para chamar atenção dos recrutadores, além de possuir uma boa escrita. É o que afirma a Gerente de Gestão de Talentos da Bunge para a América do Sul, Livia Medeiros. 

“Não esperamos que os candidatos sejam especialistas em português, por exemplo. Mas é extremamente importante atender aos requisitos necessários da vaga para seguir no processo e eventualmente serem selecionados. A comunicação é essencial em qualquer lugar, assim como expressar corretamente nossa língua nativa”, ressalta Medeiros. 

Outras habilidades comuns que são pré-requisitos para todos os candidatos a uma vaga de estágio: criatividade, inovação,  interesse em se desenvolver profissionalmente e crescer dentro da empresa, autoconhecimento, curiosidade, pontualidade e adequação ao currículo. 

Não faça isso! 

Atenção, estudantes, para outras situações que você também não deve fazer/apresentar em uma entrevista de estágio ou emprego. Aqui listamos algumas para exemplificar: 

– Não seja monossilábico, dê a impressão que você realmente tem interesse naquela vaga e responda cada pergunta com contextualização e afinco.

– Só fale de dinheiro e salário quando o assunto vier à tona. Não impor condições também é um ponto alto da entrevista de estágio. 

– O recrutador não é seu amigo, não use gírias e nem faça piada ao longo da entrevista 

– Seja verdadeiro ao longo do processo de escolha do recrutador 

–  Esteja preparado para eventuais perguntas, treine antes e conheça bem o órgão/empresa que você poderá trabalhar! 

De olho no diferencial 

O administrador Maurides Simão Costa teve esse cuidado em todos os estágios que realizou. Por onde passou, ele buscou atuar com muito profissionalismo. “Eu não me limitava apenas às atividades que eram atribuídas no contrato de estágio”, comentou. Maurides acredita que sua postura frente aos desafios profissionais e a experiência adquirida nos estágios o ajudou profissionalmente. Hoje ele faz parte do corpo técnico de colaboradores do CFA, mesmo lugar que em 2015 ele serviu como estagiário. 

Saiba mais sobre a história dele e de outros profissionais de Administração no podcast “Isso é ADM”. Confira no vídeo! 

FONTE: Paulo Melo, Assessoria de Comunicação CFA e Adriana Mesquita, Repórter Rádio ADM