Dicas de gestão para mães empreendedoras

Dicas de gestão para mães empreendedoras

Veja dicas para o negócio dar certo mesmo em meio a pandemia

Abrir o próprio negócio em meio a uma pandemia já é difícil. Imagina encarar esse desafio lidando com os primeiros estágios da maternidade? Há quem diga que conciliar a gestão de uma empresa, com essa fase de vida de uma mulher, é como parir dois filhos ao mesmo tempo, afinal, a dedicação para quem decide empreender é quase, se não a mesma, quando se tem um bebê.

Por isso, dicas de como gerenciar seu negócio são muito bem-vindas. A mãe, empreendedora e administradora especialista em Gestão de Pessoas Marília Tavares, acredita que o primeiro passo para fazer dar certo é investir em um bom planejamento para conciliar as demandas da empresa com a vida familiar. 

Segundo ela, “o plano de ação e checklist constantes são boas ferramentas para colocar o planejamento em prática e gerir o tempo. Com as demandas equilibradas, a mãe empreendedora consegue resolver as solicitações da empresa e se dedicar à família e ao bebê”, explicou ela, que também atua como conselheira no Conselho Regional de Administração do Espírito Santo (CRA-ES).


Conselheira Marília, ao lado de seu filho João Lucas

o plano de ação e checklist constantes são boas ferramentas para colocar o planejamento em prática e gerir o tempo. Com as demandas equilibradas, a mãe empreendedora consegue resolver as solicitações da empresa e se dedicar à família e ao bebê

Além disso, a recomendação de Marília é que a mamãe empresária descentralize as tarefas. “Não concentre tudo em você. Mantenha uma rede de apoio tanto para exercer os cuidados com a maternidade quanto com o negócio. Esse auxílio é essencial para manter o equilíbrio da vida pessoal e profissional obtendo o sucesso”, disse.

Nesse sentido, vale contar com apoio da família e amigos para atender as necessidades do bebê. Na empresa, uma das iniciativas gratuitas para auxílio na gestão é a Clínica de Negócios do CRA-ES. Trata-se de uma consultoria empresarial gratuita, para todo o estado, em áreas como finanças, orçamento, logística, recursos humanos, marketing, tecnologia da informação e outras áreas da Administração. Podem participar microempreendedores individuais (MEIs), microempresas (MEs) e empresas de pequeno porte (EPP). As inscrições podem ser feitas no site www.craes.org.br.

Por fim, a especialista lembra que esse período, apesar de desafiador, não deve ser um momento para o descuido com a imagem pessoal. “Você precisa estar bem, se sentir bem, para cuidar do negócio e da família”, finalizou.

Ferramentas para gestão

Plano de ação
É um documento para sistematizar a lista de ações a serem executadas para o alcance de determinado objetivo. Em empresas, de modo resumido, deve conter: seu objetivo, definição das ações por prioridades, descrição das ações (quais, como, quando, porque, quem, onde e quanto), metas e controles necessários, medidas práticas e como será o monitoramento.

Checklist
É uma lista de verificações para controle operacional. Nos negócios, auxilia na organização de processos ou para que ocorra o cumprimento de normas e práticas corporativas.

Rede de apoio
Acione a família e os amigos mais próximos para partilhar os cuidados com o bebê. Dessa forma, será possível ter tempo para gerenciar o negócio.

Clínica de Negócios
Trata-se de uma consultoria empresarial gratuita, para todo o estado, em áreas como finanças, orçamento, logística, recursos humanos, marketing, tecnologia da informação e outras áreas da Administração. Podem participar microempreendedores individuais (MEIs), microempresas (MEs) e empresas de pequeno porte (EPP). As inscrições podem ser feitas clicando aqui